2leep.com

24 de abril de 2009

Parentes no avião

O Congresso Nacional agora está discutindo se os parentes tem direito a usar a cota de passagens de avião do parlamentar.

Grande discussão.

23 de abril de 2009

Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa

Ontem, mais uma vez os ministros do STF Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa tiveram um desentendimento. Interessante a postura do ministro Joaquim Barbosa quando afirmou que Gilmar Mendes não anda nas ruas e está destruindo a justiça desse país.

O fato é que o Ministro Gilmar Mendes, atual presidente do STF, alinha-se à posições indefensáveis, como no caso da Brasil Telecom.

Semana passada Mendes afirmou que o STF não é só para os ricos e divulgou algumas estatísticas interessantes. Segundo o ministro, ano passado (2008) o STF julgou 350 habeas corpus, sendo que 18 eram de pessoas pobres. Infelizmente, nosso país tem a maioria da população formada por pessoas pobres, e dos 350 HCs só 18 eram referentes aos desfavorecidos. Tais números demonstram que Joaquim Barbosa tem razão. O presidente do STF não anda pelas ruas e está alienado da realidade do país, talvez pelo cinismo.

Joaquim Barbosa, mais uma vez, falou o que o povo falaria se tivesse visão e oportunidade - "Gilmar Mendes está destruindo a credibilidade da justiça desse país".

6 de abril de 2009

Calote

O Senado acaba de aprovar uma lei que, na prática, institucionaliza o calote dos entes públicos no Brasil, através da possibilidade do adiamento sem data para efetuar-se o pagamento dos precatórios.

Aqui, mais uma vez, ve-se claramente a palhaçada que é o legislativo brasileiro.

5 de abril de 2009

Crise

Faz algum tempo que não escrevo por absoluta falta de tempo, mas tenho visto coisas que não pude deixar passar em branco. Na reunião do G20 o Obama - mas não só ele - elogiou Lula rasgadamente como o político mais popular do mundo, além de estar o Brasil, realmente, numa situação tranquila diante da crise mundial que se arrasta ladeira abaixo em empréstimos para os homens e empresas mais ricos do mundo.

Eis que assisti algumas pessoas criticando o Lula por ele não falar inglês. Pois bem, se o presidente é do Brasil e aqui se fala português, deve o mesmo discursar em português, para que o povo brasileiro, que paga seu salário, o elegeu, e por ele é representado, entenda o que ele está falando.

Pode-se gostar ou odiar o Lula, mas deve-se admitir que com ele o Brasil começa a mudar, e se não está melhor, é que temos em nossa classe política vícios seculares que sugam as energias públicas e secam seus cofres.

É verdade que o Lula não fala inglês, porém os presidentes anteriores eram fluentes em várias línguas e nosso país se afundava em dívidas cobradas nos mesmos idiomas falados na sede do planalto.

Finalmente, o Lula não discursa em inglês, nem o Obama discursa em português, mas parece bem claro que os dois se entenderam, e isso é o mais importante.
2leep.com